quarta-feira, 5 de novembro de 2008

Magick

Magick, without tears
Magick, without tears
Magick, without tears
The magick-al vaneer

The way to mother noose
The way to suck an egg
The way to golden dawn
The way to Koh Phangan

The glitter on the snow
the place to always go
Do what you will
Do what you will


Essa é uma lição que eu ainda não aprendi...

A minha mágica ainda me traz muitas lágrimas.

De qualquer forma, não pretendo me deixar abater pelas dificuldades e tristezas associadas aos eventos do passado próximo.

Agora, todo meu investimento tem por intenção produzir uma síntese dessa história.
Porque as soluções poderiam ser simples.
Mas, teria tudo sido em vão.

E, bem, eu não teria vivido o que eu vivi, para simplesmente me perder em devaneios entorpecidos e tristes.


Então, a mágica é um lugar. E é lá que eu quero estar!








Sem lágrimas.

4 comentários:

Cinis disse...

Oferecer as mãos pra me ajudar? Qual foi a parte do "não to nem aí pra vc mas finjo que me preocupo" que eu não entendi? Quando eu pedi suas mãos uma vez vc se limitou a me dar um conselho que vc sabia que era inútil, além de deveras ofensivo.

Enfim, continue postando aqui. Gosto de ver quando vc fica triste.

wiseup disse...

ah. vim olhar seu blog.
pra ver se tinha algo novo.
e vejo esse comentário maluco.
aposto que é mulher.

a rOubAdOra dE LivRos disse...

Então, a mágica é um lugar. E é lá que eu quero estar

deveras, sem lágrimas!!!

The magic world!

Na minha humilde opinião, ou vc descobre um mundo magico, assim sem mais nem menos. OU então pela quantidade de lagrimas passadas vc se torna capaz de criar seu proprio mundo magico. Talvez sua criação possa ser mera ilusão,(na maioria das vezes é, digo maioria para não ser pretenciosa dizendo sempre) mas sendo ou não ilusão, não deixa de ser algo mágico e algo só seu!
O problema é que viver num mundo magico te faz correr o risco de esquecer o que é o mundo real, no final das contas é apenas uma escolha, vc troca um pelo outro, ou, então, vc vive em transe entre os dois, e a confusão na cabeça se torna ainda maior.É o mesmo que provar felicidade extremas e tristezas extremas. Quando se prova felicidades extremas qualquer dor,por minima que seja se torna catastrofica. E o contrario também se aplica.
Afinal, como reconhecer a magica se vc nunca sentiu o gosto salgado das lagrimas?

ta... isso aqui não é opinião, não é conselho, é apenas um desabafo. Mais uma vez eu apenas cuspo palavras! Mas cuspo com carinho.

Cinis disse...
Este comentário foi removido pelo autor.